Arraiá do Monobloco

Camarotes Privativos: [email protected] / 3862-8279
MEIA-ENTRADA.
De acordo com a Lei Federal 12.933 e o Decreto 8.537 tem direito a meia entrada estudantes portadores da carteira de identificação estudantil (CIE) expedidas nos termos da lei, pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante quando necessário, sendo que terá direito a este beneficio no evento desde que comprove estar nesta condição, jovens de 15 a 29 anos cadastrados no CadÚnico e cuja renda familiar mensal seja de até 2 salários mínimos, a cota reservada de ingressos será de 40% do total de ingressos disponíveis para a venda em cada setor, além de professores da rede estadual e municipal portadores da carteira funcional emitida pela Secretaria da Educação, Idosos com idade igual ou superior a 60 anos.

Links das leis.
Lei: 8537 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8537.htm
Lei: 12933 http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12933.htm

ATENÇÃO:
No dia do evento haverá conferência de documento comprobatório de direito a meia-entrada, sem o documento o portador do ingresso de meia-entrada terá de pagar a diferença do valor de inteira do lote vigente.

Monobloco

Consagrado por incorporar diversos ritmos e estilos musicais à batida do samba, o Monobloco foi idealizado, em 2000, pelos integrantes da banda Pedro Luís e A Parede – Pedro Luís (voz, violão e guitarra), Mário Moura (baixo), C.A. Ferrari, Sidon Silva, Celso Alvim (bateria e percussão). O Monobloco hoje está entre os grupos brasileiros que contabilizam mais apresentações durante o ano todo. O repertório eclético vai das marchinhas tradicionais de João Roberto Kelly ao samba de Cartola e Clara Nunes, passando pelo xote de Alceu Valença, o forró de Luiz Gonzaga, o funk de MC Leonardo, até canções de Paralamas do Sucesso, Raul Seixas e Tim Maia. No repertório do show, músicas como Taj Mahal, Fio Maravilha, País Tropical e Santa Clara Clareou, de Jorge Benjor; Rap do Real, de Pedro Luís e Rodrigo Maranhão e São Gonça, do Farofa Carioca. A mistura inusitada também está presente na bateria. Aos tradicionais instrumentos de escola de samba – como cavaco, repique, tamborim, chocalho, surdo e agogô – foram incorporados à batucada um baixo e uma guitarra.

* Informações de exclusiva responsabilidade da produção do evento.
Alterações na data, horário e local do evento são de responsabilidade do organizador.

Audio SP

Avenida Francisco Matarazzo, 694 - Barra Funda
São Paulo

Capacidade: 3000

http://www.audiosp.com.br

Comente